(13)3024-2005 | E-mail
Publicações:
Leia as publicações dos profissionais da Advogados em Santos .
PRAZO PARA A ENTREGA DA DIRPF ENCERRA EM 30 DE JUNHO.

PRAZO PARA A ENTREGA DA DIRPF ENCERRA EM 30 DE JUNHO.

Até as 11h desta sexta-feira (26), 24.647.002 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal – equivalente a cerca de 77% de um total de 32 milhões que o órgão espera receber neste ano. A 4 dias do fim do prazo, 7,36 milhões de contribuintes ainda não declararam o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) de 2020.
O prazo para a entrega da declaração foi prorrogado do dia 30 de abril para 30 de junho em razão da pandemia de coronavírus. A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo será correspondente a 20% do imposto devido. O vencimento das cotas também foi prorrogado. A primeira ou única cota vence no dia 30 de junho de 2020, enquanto as demais vencem no último dia útil dos meses subsequentes. — A Receita alerta para que o contribuinte não deixe a entrega da declaração para os últimos dias.

Quem é obrigado a declarar

Deve declarar o IR neste ano o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado.

Também devem declarar:

Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

Quem obteve, em qualquer mês de 2019, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

Quem teve, em 2019, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em
atividade rural;

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2019;

Fonte: https://g1.globo.com/economia/imposto-de-renda/2020
https://economia.uol.com.br/imposto-de-renda
https://receita.economia.gov.br/interface/cidadao/irpf/2020

Compartilhar esta publicação